Pensando filosoficamente o Balanced Scorecard

O Balanced Scorecard (BSC) foi criado pela dupla Kaplan e Norton, com sua origem no final dos anos 1980 e trata de quatro perspectivas da organização: Aprendizagem e Crescimento; Processos Internos; Clientes (ou Marketing) e Finanças. A administração tem por práxis, sempre considerar essas quatro as grandes áreas de uma organização, as que têm a … Continue lendo… →

Não. Não a culpa não é (só) do diesel.

Como dizem, “é bom deitar sobre o problema e analisa-lo friamente no outro dia”, sem o calor do momento, deixando as emoções de lado. Penso que a mobilização dos caminhoneiros autônomos, ocorrida entre os dias 21 e 31 de maio de 2018, em todo o Brasil, seja uma destas. Teço, aqui, algumas análises sobre este … Continue lendo… →

Os novos modelos de negócio e as análises de viabilidade

É facilmente notável que novos modelos de negócios estão surgindo e os exemplos são os mais variados, em diversos setores, sendo os mais mencionados a plataforma Uber (a maior empresa de transporte de pessoas do mundo, sem um carro sequer), a cadeia de streaming Netflix (maior locadora do mundo, sem uma única locadora física) e … Continue lendo… →

Sobre os Shopping Centers de Joinville

Se você é professor, desconsidere a ideia de fazer uma atividade com seus alunos nos Shopping Centers de Joinville, principalmente no que toca à marketing e pesquisas. Certo dia, fui com meus alunos de Marketing e Serviços realizar uma atividade em um shopping center da região central de Joinville, que possui diversas lojas, distribuídas em … Continue lendo… →

Relembrando Malthus

Antes de iniciar este post, cabe uma breve explicação. Este post não traz respostas prontas. Ele suscita questionamentos acerca do mercado de trabalho, empregabilidade e gestão de negócios e nações em geral, sem apontar dedos e nem dizer quem está certo ou errado. As considerações e observações aqui colocadas partem, única e exclusivamente, da percepção … Continue lendo… →