Definição de Praça

A definição de praça, em marketing, está associada à acessibilidade aos produtos da empresa, isto é, como a empresa fará para que aquilo que ela oferece ao mercado esteja disponível para o seu público-alvo, principalmente quando se trata de uma empresa fabricante de itens de consumo mas, com adequações e contextualizações, pode ser aplicado a qualquer tipo de oferta.

A primeira decisão vinculada à distribuição das ofertas da empresa está em utilizar ou não parceiros de negócio, ou seja, montar ou não a estrutura de canais de distribuição.

Se a empresa optar por fazer ela mesma a distribuição, diz-se que é um canal de distribuição de nível 0.

Caso ela opte por utilizar outros meios para que suas ofertas cheguem até o mercado alvo, ela pode utilizar os intermediários de marketing, que são empresas parceiras nesta distribuição.

Esses intermediários de marketing são formados, de acordo com a maioria dos autores, por agentes, atacadistas e varejistas, podendo o canal de distribuição ser formado por somente um destes intermediários ou combinações entre eles, dependendo do tipo, classificação e níveis de produto que a oferta tenha.

A decisão da quantidade de intermediários que serão alocados nos canais de distribuição está diretamente relacionada com a estratégia de distribuição selecionada, que, geralmente, é intensiva, seletiva ou exclusiva.

A estratégia intensiva tem por principal objetivo alta capilaridade da oferta, com vários pontos de venda distribuídos pela área de atuação (mercado alvo), visando atender o máximo de pessoas possível. A ideia, aqui, é atingir altos índices de vendas, “colocar” o produto no maior número possível de pontos de venda.

Quando se opta pela estratégia seletiva, reduz-se o número de pontos de venda, selecionam-se os participantes mais criteriosamente. A oferta da empresa fica disponível em pontos de venda mais esparsos, o que aumenta a sensação de valor do produto, tornando-o mais “difícil” de se encontrado.

A estratégia de distribuição exclusiva é mais aplicada a ofertas com alto valor agregado (produtos de compra por especialidade, ampliados), que, então, aliam a qualidade percebida com a exclusividade de acesso. Esses produtos possuem bem poucos pontos de distribuição, cuidadosamente selecionados.

A definição de praça ainda está relacionada com outras variáveis de análise e outras decisões a serem tomadas como, por exemplo, as atribuições de cada um dos integrantes dos canais de distribuição, a distribuição puxada ou empurrada e outras.

Se você está tendo problemas com a acessibilidade das suas ofertas para os seus clientes e consumidores, eu posso te ajudar nesta tarefa. Entre em contato.